>"Ser criança não significa ter infância"

>

>>> “Uma época na qual crianças podem trabalhar como adultos, consumir como adultos, partilhar das informaçoes como adultos, não reconhece o mundo infantil como diferente ou especial. Um mundo onde adultos e crianças compartilham da mesma realidade física e virtual, é um mundo de iguais.”
É com esso discurso que Liliana Sulzbach nos apresenta “A invenção da infância”. São vinte e seis minutos contra o estômago. Uma narrativa direta que discute com nossas verdades, usando como argumentos as nossas mais belas mentiras, para nos mostrar que desde sempre, criamos ideais que não sabemos manter.

A invenção da infância
(Zeppelin Filmes – 2000)

Direção: Liliana Sulzbach
Brasil
Cor
26 min.

Ficha Completa

::: O curta pode ser encontrado nos extras do DVD do documentário
“O cárcere e a rua”, da mesma diretora.:::

_uacct = “UA-3564419-1”;
urchinTracker();

Publicado em 27/01/2008, em Cinema. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. >gostou do Cárcere? bom, né..Sobre este tema, historicamente falando, tem o livro da Mary del Priori – A História das Crianças no Brasil. Boníssimo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: