Arquivos do Blog

Os primeiros trailers de Star Wars

star

Os trailers da trilogia original, a começar pelo primeiro, Star Wars de 1976, ou episódio IV.
Engraçado como parece que a estratégia de apresentação vai mudando, o primeiro sequer tem a clássica trilha do John Williams e tem um clima mais sombrio, dava até pra esperar um thriller. O segundo já tem uma cara de aventura, com um pouco mais de emoção. Mas no Retorno do Jedi já dá pra se ligar que a pira era “vender” a saga e que a Star Wars Mania já tinha pegado…



Um filme para a Power Glove, a vovó dos kinetic games

1368378429096

Em 1989 a Nintendo dava um passo para o futuro dos games e dois para a frustração dos gamemaníacos. Para turbinar as vendas do NES a gigante japonesa lançou a Power Glove um controle sensível ao movimento e precussora dos jogos sem joystick. Apesar de ser vendida à época por menos de US$ 100,00, a complicação pra usar o equipamento e a baixa popularidade dos jogos compatíveis abandonou o brinquedo no fracasso comercial. Mas, numa época de consumo retrô, eis que a Power Glove ressurge e vai até ganhar documentário.
Nesses mais de 20 anos, muita gente ainda se dedicou à luva da Nintendo e deu a ela novas utilizações, desde acessório fashion, até player de música, como fez o DJ SideBrain.
Agora um trio de nerds viciados em games resolveu fazer um documentário pra homenagear “a luva”. O doc tá em produção, parece que “The Power of Glove” sai ainda esse ano e promete…

Um filme para Ulay

Ulay

Sem data definida, mas ainda este ano, deve sair das mãos do diretor esloveno Damjan Kozole o documentário sobre a vida e obra do artista performático alemão, Ulay. Hoje com 70 anos, Frank Uwe Laysiepen, que enfrenta um câncer desde 2011, tem seu nome colado à Marina Abramovich. O documentário The Artist Is Present, lançado ano passado rendeu extensas homenagens à Marina e carregou junto o nome de Ulay. Os dois, que foram casados e produziram exaustivamente de 1976 à 1989, protagonizaram uma das cenas mais bonitas e simbólicas da arte contemporânea, quando se reencontraram durante a mais recente exposição de Marina no MOMA, em 2010. A cena, que sintetizou a vida e a obra de Marina, deu a deixa para entrarmos na vida de Ulay. O trailer já tá aí…

Pra quem ainda não a viu a cena de Ulay e Marina, saca aí e se anima pra ver o doc. Além de bonita vai tornar isso ainda mais profundo. Aí vai o torrent…

© 2010 Scott Rudd www.scottruddphotography.com scott.rudd@gmail.com

Por falar em Chan-Wook Park…

stoker_ver3_xxlg

Enquanto seu clássico vingativo é remendado pelo Spike Lee, Chan-Wook Park se aventurou pela primeira vez no cinema estadunidense, numa produção mainstream e em inglês. O resultado? Mais um puta filme do Chan-wook Park. O que poderia ser apenas mais um filme de suspense blockbuster, nas mãos do coreano se tornou um thriller hipnótico mergulhado em referências. Das iluminuras cinematográficas de Terrence Malick, descendo pelas escadas de Hitchcock, até os pesadelos de David Lynch, Chan-wook te leva pela mão… mas cuidado pra não se perder na cena do piano. Pode ser um viagem sem volta. Uma cena que pra mim já entrou pra história do cinema… e olha que apesar disso tudo, está longe de ser seu melhor filme. Boa viagem!

E o “OldBoy” do Spike Lee, hein?

OldBoy Spike Lee - Poster

Isso não tá com uma cara boa… O trailer aí embaixo já dá a letra: tá parecendo aquelas refilmagens feitas só pra um certo público estadunidense que não gosta de legendas. E como sempre, virão aqueles “remendinhos” catastróficos pra “corrigir” alguns “exageros”.
Mas aí ficam duas perguntas:
1. Pra quê fazer isso?
2. Cadê o Spike Lee dos anos 90?

Estreia em outubro, mas vá por sua conta e risco. Choro pelo Chan-wook Park…
Como disse a Lorena lá no feice…

“Sanduíche americano é bom no começo e é tão bonito no cartaz, mas depois dá uma dor de barriga”

Bem nessa… bem nessa!

O Pacific Rim de Guillermo Del Toro

pacific_rim-wide

Nessa sexta rola a estréia nternacional de Pacific Rim (Círculo de Fogo), talvez o sci-fi mais aguardado do ano, dirigido por Guillermo Del Toro. Só o fato de ser um filme do Del Toro já cria expectativa suficiente, né não!?
No futuro, para combater monstros alienígenas que emergem do Oceano Pacífico, os Kaijus, vários países criarão seu monstros robôs, os Jaegers, comandados por seres humanos. Nos pôsters de umas semanas atrás os Jaegers aparecem como cards de coleção, dando uma dica do clima do filme.
Pras bandas de cá o filme chega só em agosto, então saca aí o trailer e o Making Of e vai botando pilha, pq se pá… promete.

pacific-rim-jaegers

Imagem: redesenhando posters de filmes

CRÁSSICOS!

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: