Arquivos do Blog

O verdadeiro Don Draper?

Captura de Tela 2015-04-27 às 19.31.32

Uma das melhores séries que eu já vi está chegando ao fim. Mad Men tá nas finaleiras e apontando o fundo do poço na saga de Don Draper. Uma mistura de decadência e glória de um self made man da Madison Avenue dos anos 60. Charmoso, rico, publicitário genial, alcoólatra e completamente perdido num mundo inventado por ele mesmo. Um dos melhores personagens já criados para a TV.
Mas eis que a VICE achou um cara que pode ser Draper em carne e osso, George Lois. O cara que transformou empresas como Xerox e Tommy Hilfiger em nomes de sucesso. Responsável pelo design de 92 capas célebres da Esquire e uma figura tão controversa quanto o paralelo ficcional.

Anúncios

Saudades de Braking Bad?

Caribbean-760

Pra você que seste falta, a AMC ainda mantém online o álbum da família White, saca aqui.
E tá ligado que vai rolar o Better Call Saul, né não?! Por enquanto tá marcado pra estrear em novembro e, além do próprio Saul (Bob Odenkirk), Mike Ehrmantraut (Jonathan Banks) já foi confirmado no elenco. Ah, o BetterCallSaul.com ainda está online
Mas enquanto a série chega, uns malucos aí fizeram a abertura, tal como se fosse um sitcom dos anos 90, com a claque e tudo mais…

mainheader_nosaul

better-call-saul

A primeira aparição do Led na TV

led-zeppelin-photo_150881-1920x1080

Em 1969 o bom e velho Led gravou meia hora fulminante para a Byen TV em conjunto com a Danmarks Radio na Dinamarca, num tal Gladsaxe Teen Club. O set: “Communication Breakdown”, “Dazed and Confused”, “Babe I’m Gonna Leave You” e “How Many More Times”. Aparentemente a primeira aparição do Zeppelin na TV, logo após de ter mudado o nome de “The New Yardbirds”.
Como tá num dos comentários do YouTube: “Nunca vi alguém fumar uma Telecaster desse jeito”. Isso sem contar um Bonzo completamente possuído nas baquetas… sempre foda.

Há 20 anos… L7, Hole, Breeders e PJ Harvey falando do papel das minas no rock

IMAGE_1_RIOT_GRRRL_FINGER_1359314366_crop_560x412.975778546713

No dia mundial do rock… extraído de um tal Metal Express M6 da TV francesa, de dezembro de 1993. Histórico só por colocar todas essas bandas juntas, mas bem massa é ver elas simplificando um pouco as coisas e dizendo, estamos aqui pra fazer som, mas entendendo o puta valor simbólico que isso tem.
Falando nisso… onde foram parar as bandas de minas que ficaram tão longe do mainstream?

Simpsons X Breaking Bad

546047_450565218359509_901747978_n

Acabei de postar a imagem acima lá no Feice, e aí que o Trabalho Sujo linkou esse teaser da FOX com os Simpsons num Breaking Bad Style. Muito massa. E como lembrou o Mathias, BB só volta em junho. Logo logo acho que vou começar uma contagem regressiva… A Season Finale do Mr. White tem tudo pra ser épica!

Emicida e os arroubos de uma TV que insiste em não ser…

Tava eu falando da TV outro dia e num passeio dei de cara com isso: o especial Som Brasil Festivais, que a Globo exibiu semana passada. Emicida mandou ver pra cima de Sinal Fechado do Paulinho da Viola. Inspirado, inovador, bonito, profundo e sei lá mais quantos adjetivos. Foi no mínimo emocionante. Eu nem vi o programa todo mas somando a participação de Tony Tornado em BR3 deixou isso tudo muito mais simbólico.
Encaixado pra lá da uma da manhã, entre os horários de menor apelo comercial se exibe/esconde aquilo que é um pouquinho mais do que a realidade enlatada do horário nobre. Mas também não é aquilo tudo. O absolutismo das verdades inquestionáveis, a “indiscutível qualidade superior dos festivais” que insiste em ressuscitar algumas velhas e mornas chatices na voz das novas salvações da MPB – vá lá Maria Gadu. Pasteurizando passado e presente num futuro insosso e pálido. Acho que agora já dá pra recolher as pedras contra o Emicida, que insiste em ocupar os espaços, comer pizza no Faustão e ganhar uns VMBs.
“A vida não se resume a festivais”. A frase saltou das pick ups antes do Emicida lançar o verbo. Pinheirinho, Favela Do Moinho, Alcântara, invadiram a TV. “Ódio, grades, tribos mortas, pés na porta… a luta é necessária… ante a mão contrária à reforma agrária… pra TV xiu, ela mentiu, vamo Brasil… que nos resumiu à mulata e fuzil. A RUA É NÓIS. Pode prende, pode matar, nossa causa é muito maior.”
Há o preço que se paga e há o sonho que se tem, mas nada se compara ao gosto… Emicida levou a rua pra TV. É, foram só alguns minutos. É, era de madrugada. Mas e daí, é o gostinho compartilhado de um daqueles momentos em que a TV é maior que a emissora e não dá conta de enlatar a realidade. Porque por mais que possa parecer, as vênus platinadas mundo afora não detém nenhum poder absoluto. O medo do dominador é maior que o do dominado.
E o Don Tony Tornado, cantando a estrada da vida cujo longo asfalto detém um crime e uma notícia fabricada, prum novo herói de cada vez, encerra o ato, ergue o punho cerrado pantera negra e com o Emicida lança a benção. Foi isso que passou na TV e isso é a resistência, e a resistência é maior que a TV. A resistência é nóis, a rua é nóis. Assista aí, a música é brinde, o resto é história.

E aí, Björk… o que você acha da sua TV?

A parte da hipnose é verdade… durante os programas de domingo então…

A trollada da Record pra cima da Globo

Eis que o portal R7, da Rede Record, anuncia o fim do programa global que estreou no último domingo. Sacanagem… Mas na real achei massa… hahaha

A estreia do TUF (The Ultimate Fighter) Brasil no último domingo (25) em TV aberta marcou o início de uma nova era do MMA no País. O programa, dividido em episódios semanais, irá ao ar pelos próximos três meses e mostrará o dia a dia dos aspirantes a ídolos.

Mas os internautas do R7 já sabem quem são os quatro finalistas: Daniel Sarafian e Cezar “Mutante” Ferreira (no peso médio – 84 kg) e Rony “Jason” Mariano e Godofredo Pepey (no peso-pena – 66 kg), atletas com vagas garantidas na final, desde que a direção do programa não decida regravar alguns episódios do reality – motivada pelo vazamento dos resultados.

Após cruzar informações com diversas fontes, desvendamos os nomes dos quatro lutadores que foram definidos no último dia 16, quando terminaram as gravações na casa do reality. Na ocasião, eles asseguraram a vaga para a grande disputa, que ocorrerá no dia 23 de junho, no Rio de Janeiro, no estádio do Engenhão.

[WTF] Como parar uma luta com o poder da mente

Por sua conta e risco…
Ah, a TV brasileira, sempre nos surpreendendo…

Borgia: uma série que eu tô beeem afim de assistir…

Sério, tô bem na pira dessa série do Canal+, essa parada não é pouca coisa. Produção francesa, filmada na República Tcheca, criada por Tom Montana (Oz) e dirigida por Oliver Hirschbiegel (A Queda). Tudo isso pra contar a história da “excêntrica” família Borgia. Estréia dia 10 de outubro no Canal+ França. Só essa divulgação já vale… Dá uma olhada no teaser!

%d blogueiros gostam disto: